17/11/2010

Rússia está pronta para vender caças Su-35 para a China

(Da redação, 17 de novembro de 2010)
A Rosoboronexport, agência estatal russa responsável pela comercialização de materiais de defesa, declarou ontem que está pronta para iniciar com a China as negociações para a venda dos jatos de combate Sukhoi Su-35.
“Nós estamos prontos para trabalhar com os nossos parceiros chineses”, disse Alexander Mikheyev, diretor geral da Rosoboronexport, durante o Airshow China 2010, que teve incío ontem em Zhuhai e vai até o dia 21.

Apresentado como um caça de “4ª++ geração, com tecnologias de 5ª geração”, o modelo é totalmente diverso do “antigo” Su-35 (uma designação de exportação dos Su-27M), o Su-35-1 tirou vantagem da tecnologia testada nos Su-30MK de série, e incorporou ainda outras tantas novidades. Seu design dispensa os canards, sendo mais “limpo” que o dos Su-30MK, e sua estrutura possui um extenso uso de novas ligas de titânio e materiais compostos avançados, resultando numa vida útil de 6.000 horas ou 30 anos.
Seus controles de vôo são totalmente computadorizados e digitais (o novíssimo sistema FBW KSU-35), nos três eixos, sem componentes mecânicos. As melhorias estruturais permitiram também um acréscimo de 20% na capacidade interna de combustível, sendo de 3.600km o alcance máximo em grande altitude. As entradas de ar são maiores que as dos Su-30MK, otimizadas para os novos motores (que tem vetoração de empuxo), os avançados turbofans NPO Saturn 117S, de 14.500kgf cada na decolagem.

Fonte: Revista Asas

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário