08/11/2010

Rafale: inovação nos ares da CRUZEX

Os esquadrões franceses de caça já estão em terras potiguares. A frota de quatro aeronaves Mirage-2000 e quatro Rafales virou o centro das atenções dos militares e da imprensa quando aterrissou em Natal, na manhã desse sábado, 06, a fim de integrar a força de coalizão durante a CRUZEX V. A França já é veterana em participações do maior Exercício Aéreo de Guerra da América do Sul, mas nas edições anteriores trouxe apenas os Mirage. A grande novidade nessa quinta edição deve-se à espectativa de interação com o polivalente caça francês de amplo raio de ação, que vem pela primeira vez ao Brasil exclusivamente para participar do Exercício.

Para essa viagem, as aeronaves precisaram de uma escala em Dakar, no Senegal, e um abastecimento em voo. Segundo o Tenente-Coronel Michel Sebastian, o esquadrão de 20 pilotos e 35 mecânicos participa do treinamento com o objetivo de interagir com os demais países contribuindo para a evolução das Forças Aéreas integrantes da CRUZEX. “Queremos mostrar nossa experiência e trocar conhecimentos táticos entre os países envolvidos. Um treinamento na América do Sul é muito importante”, defende o militar.

Um dos pilotos franceses, o Capitão Thomas Portier, pilotou o Rafale em missões de combate no Afeganistão. “Desde 2007 utilizamos o Rafale. Ano passado também conseguimos ótimos resultados com estas aeronaves”, recorda o oficial. A expectativa dele pela participação na CRUZEX é de enriquecer a cooperação entre os países. "Especialmente com o Brasil”, conclui o piloto.

Foto: S1 Silva Lopes/ Força Aérea Brasileira

Fonte: Emille Cândido/UFRN

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário