16/09/2011

Iraque e Omã são clientes potenciais do Lockheed Martin F-16

(Da redação,16 de setembro de 2011)
O presidente da divisão de aeronáutica da Lockheed Martin, Ralph Heath, declarou nesta quarta-feira que a empresa está a um passou de fechar uma negociação para o fornecimento de jatos de combate F-16 para o Iraque e Omã. Caso os planos sejam concretizados, a linha de produção do F-16 deverá ser mantida por mais cinco anos, a partir de 2013.
Somente o Iraque, que está a um passo de assinar uma carta de intenção de compra de F-16, poderá adquirir 18 unidades com a opção para outras 18.
Há alguns meses a Lockheed Martin vem declarando que precisa encontrar novos clientes para não encerrar a linha e produção do caça. Atualmente existem pouco menos de 60 exemplares na carteira de pedidos da Lockheed Martin, quantidade suficiente para manter a produção ativa até o final de 2013. Além disso, vários fornecedores de suprimentos do F-16 terão que parar a produção ainda este ano caso novos pedidos não sejam feitos.

Fonte: Revista Asas

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário