12/01/2011

TAP vai oferecer quatro voos semanais diretos entre Porto Alegre e Lisboa

12/01/2011

da Redação
A TAP vai oferecer quatro voos semanais diretos entre Porto Alegre e Lisboa a partir de 12 de junho. Com mais um voo que deve sair de São Paulo, a TAP pretende fechar 2011 com 75 voos semanais envolvendo o Brasil. Em 2010, a companhia transportou 1,42 milhão de pessoas com origem ou destino no Brasil, um aumento de 25% sobre o total de 2009. Esse volume responde por 30% das receitas e equivale a quase 16% dos nove milhões de viajantes embarcados em toda a frota da TAP no ano passado.

A nova rota foi apresentada nesta quarta-feira (12/01) pelo vice-presidente da empresa, Luiz Mór, ao governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), à prefeita em exercício de Porto Alegre, Sofia Cavedon (PT), e aos operadores turísticos gaúchos. A empresa deve usar aviões Airbus A-340 e A-330 na rota, com capacidades para 268 e 263 passageiros, respectivamente. A viagem terá duração de dez horas e meia. Os dias da semana e as tarifas não estão decididos.

A empresa tem voos diretos para Lisboa a partir de São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Salvador, Recife, Natal e Fortaleza e, conforme Mór, aumentou sua média de ocupação de assentos de 73% em 2009 para 83% em 2010.

O executivo da TAP admite que o número de gaúchos que vai para a Europa pela empresa "não é muito elevado" porque Portugal fica atrás da França, Alemanha, Espanha e Inglaterra como destino mais procurado. Enquanto dependerem de conexão em São Paulo, muitos viajantes do Sul preferem partir de Guarulhos (SP) diretamente para o destino. A possibilidade de trocar a conexão de São Paulo pela de Lisboa, quando a viagem não for para a própria capital portuguesa, deve ser um atrativo da nova linha. "Esperamos que 60% de todos os gaúchos que viajam para a Europa embarquem em nossos aviões", disse Mór.

A adoção de um voo direto de Porto Alegre para Europa, a ser operado pela TAP, também foi determinada principalmente por fatores como o apoio do governo, a localização no Cone Sul e o potencial exportador da capital gaúcha.

Fonte: Revista Aero Magazine

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário