19/10/2010

Helibras contrata os primeiros fornecedores brasileiros para o EC725


(Divulgação, 19 de outubro de 2010)
O consórcio Helibras/Eurocopter assinou ontem os primeiros contratos com fornecedores brasileiros para suprimento de partes do EC725 destinado às Forças Armadas. As empresas contratadas são a InbraAerospace, fabricante de peças em materiais compostos, e a Toyo Matic, que produz peças usinadas para a indústria aeronáutica.
A Inbra vai fornecer capôs e carenagens do cone de cauda, bem como a estrutura intermediária em material composto, tecnologia ainda não disponível no Brasil, a mesma empregada em outros helicópteros militares da Eurocopter como o Tiger e o NH90, que a empresa deverá desenvolver aqui no país.
A Toyo fará a usinagem de uma peça complexa: o punho da cabeça do rotor principal com máquinas de 4 e 5 eixos.
O processo de seleção dessas empresas, que teve acompanhamento das Forças Armadas, através da Comissão Permanente de Aeronaves de Combate – COPAC; do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio; e da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, durou dois anos entre avaliações técnicas e outras negociações.
As duas empresas farão parte do grupo de fornecedores do consórcio organizado para a produção do EC725, mas serão homologadas também para fornecer peças para outros produtos da Eurocopter e da Helibras.
Durante o evento de assinatura dos contratos, o presidente da Helibras, Eduardo Marson Ferreira, disse que o momento era especial, “pois marca o início da efetiva participação da indústria brasileira em um projeto grandioso, do qual o desenvolvimento tecnológico nacional é uma das prerrogativas que a Helibras começa a atender”.
Presente ao evento, o vice-presidente executivo de Global Supply Chain da Eurocopter, Bert Stegkemper, lembrou que “estes dois contratos fazem parte do primeiro pacote de transferência de tecnologia, de um total de 29 que irão capacitar a Helibras e fornecedores brasileiros”, disse.
“Trabalhar desde o início em um programa dessa magnitude nos possibilita ver o surgimento de uma nova indústria de aeropeças voltada ao segmento de asas rotativas, com a Eurocopter e a Helibras fazendo a real transferência de tecnologia estabelecida pela atual Estratégia Nacional de Defesa”, comentou Jairo Cândido, presidente da InbraAerospace.
O presidente da Toyo Matic, Edvaldo A. Rosa, declarou que “enxergamos esta parceria como uma oportunidade de expansão dos nossos negócios no mercado aeroespacial mundial; é com grande contentamento que a Toyo Matic Aerospace dispõe de sua tecnologia de ponta, aliada a grande empenho, para dar mais um passo rumo a uma posição de destaque neste segmento”.

Fonte: Revista Asas

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário