23/07/2010

Estratégia complementar


Com a compra de 20 ATRs, Azul vai investir em vôos regionais para alimentar suas rotas

da Redação
A companhia aérea Azul e a fábrica européia de aviões ATR anunciaram nesta terça-feira um contrato para a compra de 20 turboélices do modelo 72-600s. A empresa brasileira terá ainda a opção de adquirir outras 20 aeronaves.

Os ATR não devem ser usados nas rotas em que a empresa opera com modelos da Embraer. De menor porte, estas aeronaves devem fazer a alimentação regional para os principais voos da empresa. Brasília, Campinas, Porto Alegre e Belo Horizonte são alguns dos aeroportos que concentram as atividades da companhia e devem servir a esta conexão.

Segundo o presidente executivo da Azul, Pedro Janot, os novos aviões terão um papel complementar no atual modelo de negócio da companhia. Ele destaca que, na última década, apesar do crescimento da aviação, o número de destinos oferecidos pelas empresas de aviação do país praticamente caiu pela metade.

Fonte: Revista Aero Magazine

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário